Dia do Consumidor

Dia do Consumidor

Dia do Consumidor

 

 

O Dia do Consumidor (15 de março), passou a ser comemorado no Brasil em 2014 com a função de promover oportunidades entre e-commerces e o público consumidor. Em 2018, a data já conta com grande adesão dos e-commerces, estando cada vez mais difundida entre os consumidores.

 

Seu intuito é promover ofertas especiais com descontos expressivos, para ajudar a aumentar as vendas durante um dos meses mais fracos do ano e assim, alavancando as vendas do primeiro trimestre.

 

Sendo destacada pelo Google como a data mais importante do varejo no primeiro trimestre, 30% dos brasileiros já  têm conhecimento do dia, que em 2017 gerou 23% a mais de busca por produtos no buscador em relação ao mesmo período de 2016.

 

Coloque em prática

 

Além dos grandes descontos, outras vantagens como, frete grátis e brindes também costumam ser oferecidos durante o Dia do Consumidor com a intenção de tornar a data ainda mais atrativa.

 

Realizar ações pré Dia do Consumidor como cadastrar novos leads, considera-se uma ótima estratégia, uma vez que podem ser oferecidas vantagens exclusivas aos cadastrados e melhorar as chances de converter leads em vendas.

 

É importante que exista um reforço no atendimento ao cliente, devido o grande fluxo de compras do período. Uma experiência homogênea em todos os canais de atendimento, além de respostas ao alcance do cliente, são boas ações presentes na prática do client first.

Demonstre que a empresa está atenta às necessidades de seus consumidores e busque oferecer o melhor atendimento, reforçando assim o conceito da data.

 

Ações como essas são responsáveis por ressaltar a agilidade, praticidade e as vantagens das compras on-line, levando mais pessoas a confiarem no mercado de e-commerces, além de  fidelizar clientes.

 

Segundo a Ebit, no ano de 2014 o Dia do Consumidor movimentou R$174 milhões, já no ano de 2015 as vendas superaram a marca dos R$200 milhões, contando com 35% de pedidos a mais do que um dia normal e 2016 apresentou  crescimento de 12% em relação ao ano anterior. São dados como estes que demonstram que essa data chegou para ficar, não apenas por ter caído no gosto do consumidor, mas por se mostrar uma importante estratégia no esforço de vendas de e-commerces, fazendo crescer o faturamento e consequentemente o mercado de varejo on-line.

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário: